Gurus de investimento

JIM SLATER

 

 Descrição do trabalho

 

Nenhum emprego oficial. Slater administra seus próprios recursos através de uma companhia privada. 

 

Estilo de investimento

 Flexível. Sendo mais conhecido pelo seu interesse em ações que ofereçam crescimento a preços razoáveis. (GARP - growth-at-a-reasonable-price).

 

Perfil

Slater é um contador muito habilidoso. Seu interesse por ações iniciou-se na década de 60, quando era diretor de uma subsidiária da British Leyland. Após publicar seus métodos em uma coluna no Sunday Times, lançou seu conglomerado de investimento, que dirigiu até 1973. A companhia ficou conhecida por suas aquisições agressivas em todas as áreas, indo de bancos a imóveis.

Na recessão dos anos de 1973-4 a companhia quebrou, deixando Slater na bancarrota, devendo o equivalente a 4 milhões de Libras nos dias de hoje. Ele conseguiu trilhar seu caminho de volta para a prosperidade através de negócios com propriedades privadas e escrevendo para pequenos investidores.

Em 1990, ele publicou seu trabalho principal, “The Zulu Principle”. Este trabalho popularizou o emprego de um índice financeiro na América, conhecido como PEG, ou índice Preço/Crescimento do Lucro (Price:Earnings Growth).

Slater escreve numa publicação mensal chamada de REFS (Really Essential Financial Statistics), que auxilia investidores a seguirem seu sistema, listando os PEGs e outros índices chaves de companhias inglesas. Atualmente Slater vive em Surrey, e continua a ensinar investidores por intermédio de seus livros e aulas.

Ele é acionista majoritário em uma grande número de companhias e participa de atividades de caridade e patrocínio a esportes.  

 

Resultados de Longo Prazo:  

Desconhecidos.



Maior Sucesso:

As ações de Slater são, em sua maioria, de companhias privadas. Em 1996-7 ficou conhecido por construir uma carteira concentrada em Blacks Leisure. Depois de vender uma divisão recorrente em prejuízos, esta revendedora de artigos esportivos conseguindo uma recuperação espetacular, indo de 50 para 549 em apenas 17 meses, alcançando uma valorização de 1.000%.

 

Métodos e Estratégias

O mercado acionário é como um filme que muda cena-a-cena ao sabor das diferentes circunstâncias. Seria muito imprudente manter-se rígido a qualquer tipo de ativo ou estratégia.

Mas Slater adverte: “Eu sugiro que a maioria dos investidores primeiro (e talvez somente) se especialize em ações de crescimento (“ growth shares “). É disparado o investimento que traz os melhores resultados. O lucro é ilimitado e, se você escolher as companhias certas, elas podem ser mantidas por vários anos, período pelo qual dobram seus preços várias vezes”. Fonte: The Zulu Principle

Os melhores papéis para comprar são aqueles com projeção de alto crescimento de lucros e com índice P/L projetado baixo, ou seja, um PEG baixo. Uma ação com PEG igual a 1 é considerada próxima do seu preço justo.

 

Procure por ações com PEGs:  

 

A vantagem de uma empresa com PEG pequeno é que ela oferece margem para que as ações alcancem um P/L maior (conhecido como ‘re-rating’), quando o mercado reconhece seu potencial de crescimento. Como resultado, seu preço tende a subir na mesma proporção que o lucro, mais o ajuste do P/L para cima – Um efeito duplo.

Quando selecionando ações para investimento baseie-se mais em números e índices financeiros do que em avaliações qualitativas.

 

Venda quando uma das seguintes situações ocorrer:

 

Slater e as Ações de Crescimento:

 

Seus 11 critérios estão listados abaixo, classificados em mandatórios, importantes ou desejáveis por ele. A efetividade desse método no mercado atual diminuiu bastante, fazendo com que Slater mudasse sua estratégia. Mesmo assim, vale a pena conhecer os critérios, mesmo que você não os siga ao pé da letra.

 

1. Um crescimento de lucros positivos em pelo menos 4 dos 5 últimos anos, de pelo menos 15%. Elimine ações cíclicas. Um histórico de lucros menor pode ser aceitável desde que haja uma aceleração profunda no crescimento de lucros – Mandatório

 

2. Um P/L baixo em relação à taxa de crescimento de lucros – Mandatório

 

3. O Relatório do chairman deve ser otimista – Mandatório

 

4. Alta liquidez, baixo endividamento e grande fluxo de caixa livre. Procure por empresas que gerem caixa e se auto-financiem. Evite companhias capital-intensivas necessitando sempre de mais investimento em instalações – Mandatório

 

5. Vantagem competitiva. A companhia deve possuir vantagens sobre seus concorrentes, bem como uma marca conhecida, domínio de mercado e uma posição forte em seu nicho – Mandatório

 

6. Alguma coisa nova. As ações devem possuir uma história por trás de si. Pode ser uma mudança recente na estrutura do Setor (e.x. a saída de um grande "player"), uma nova tecnologia, um novo CEO, alguma coisa que dê ao mercado uma razão para esperar um aumento substancial nos lucros futuros e que formem a base da história em que os papéis serão comprados – Importante.

 

7. Uma pequena capitalização de Mercado, em torno de 10 a 50 milhões de Libras tendo com o limite superior de 100 Milhões de libras. Importante

 

8. Grande Força relativa da ação em relação ao Mercado – Importante.

 

9. “Dividend yield”. O ideal seria um crescimento de dividendos estáveis em linha com o crescimento de lucros. Mas observe bem que para uma companhia em crescimento os dividendos não são tão importantes: se uma companhia consegue investir seu capital obtendo taxas de retorno superiores a 20% por ano, você estará bem melhor se ela retiver os lucros. Por outro lado, a redução dos dividendos de uma empresa é um evento de grande vulto, com sérias implicações nos preços dos papéis. Venda no primeiro sinal que os dividendos correrem perigo – Desejável

 

10. Uma posição de ativos razoável. Quando investindo em ações de crescimento, os ativos têm importância limitada. Até certo ponto, os ativos tangíveis das ações de super-crescimento tornam-se irrelevantes - Desejável.

 

11. A administração deve possuir um percentual significativo dos papéis para que veja a companhia pelos olhos do acionista, mas não tão grande a ponto deles poderem descansar e fazer uma oferta aos minoritários. É melhor que uma parcela da diretoria, incluindo aí o diretor financeiro, possua um bom percentual de ações - desejável.


Citações:

 “Torne-se um”expert” no nicho de mercado que você escolher. Da mesma forma que Napoleão ou Montgomery, você atingirá seus objetivos se concentrar seu ataque”.

 

“Investimento é a arte do específico e a seleção é muito mais importante que o timing”.

 

 “O preço das ações de crescimento podem aumentar devido a dois fatores: o crescimento de lucros ou uma mudança no Múltiplo [O índice P/L]. O último é muito mais importante que o primeiro”.

 

“Elefantes não galopam – mas pulgas podem pular mais de duzentas vezes sua própria altura”.(i.e. Companhias pequenas tendem a crescer muito mais que as grandes).

 

"Investimento é a arbitragem da ignorância. O investidor de sucesso acredita que sabe alguma coisa a mais que os outros que não foi precificado totalmente ainda. Existe muito pouca coisa que não seja conhecida sobre as grandes ações. Por outro lado,...a maioria das corretoras não pode perder tempo e dinheiro para fazer pesquisas sobre pequenas. Logo, é muito mais provável que você encontre uma barganha (com alguma ignorância para arbitrar) nessa fatia relativamente pouco explorada do mercado acionário".

Mais informações:

 

Inicie lendo “Investment Made Easy” e visitando suas webpages. Isto irá prepara-lo para um material mais avançado em “The Zulu Principle” e “Beyond the Zulu Principle”. Depois disto você poderá ler as newsletter mensais de Slater “Investing for Growth”.

More Investor education material on Incademy.com

Copyright© 2003 Yahoo! All rights reserved.Copyright© 2003 Incademy All rights reserved. Comments to: finance@uk.yahoo-inc.com




 
Textos                 Links             Avaliações           Home